All for Joomla All for Webmasters

Pesquisa revela que igrejas evangélicas estão cada vez mais tolerantes com os pecados de seus membros

Um dos mais eficazes evangelistas que já viveu, Dr. Bill Bright fundador da Cruzada para Cristo e a Cruzada Estudantil para Cristo disse que o grande perigo para os novos convertidos é o que os aguarda dentro da igreja.

Preocupado com a falta de padrões morais dentro da igreja, antes de morrer em Julho de 2003, escreveu dois livros. Um livro sobre os 10 mandamentos e outro sobre a verdade do céu e o inferno. Bill estava preocupado em saber que o evangelismo moderno produzia joio e a igreja estava perdendo seu padrão de santidade e seu temor por Deus.

Dr. Bill Bright

Dr. Bill Bright

Hoje o discurso que tornou o ‘amor’ em tolerancia ao pecado, atou mãos e pés da igreja em seu testemunho ao mundo. Esses são os dados oficiais colhidos de várias organizações cristãs*, revistas e de institudos de pesquisas. Os números foram publicados no livro “God Has a Wonderful Plan to your Life” ** de Ray Comfort.

45% dos evangelicos acreditam que o vício de jogar apostado não é pecado

49% dos evangelicos acreditam que viver a dois sem se casar não é pecado

49% dos crentes mantém fantasias sexuais por diversas pessoas

33% dos evangelicos nascidos de novo dizem que aborto não é pecado

13% dos cristãos nascidos de novo fizeram ou fazem aborto

53% dos evangelicos são viciados em pornografia na internet

30% dos pastores evangelicos são viciados em pornografia

50% dos crentes não acreditam na existencia do diabo

50% dos evangelicos acreditam que Jesus tenha pecado em algum ponto

16% dos crentes acreditam que não devem repartir o evangelho

25% dos irmãos acreditam que a Bíblia tem falhas em seus princípios

41% dos evangelicos acreditam que a Bíblia e o Alcorão vieram de Deus

46% dos evangelicos não acreditam numa verdade absoluta de Deus

54% dos crentes acreditam que tudo na Bíblia é relativo

61% dos jovens evangelicos acreditam que boas obras os levarão ao céu

63% dos evangelicos acreditam que Budistas, Islamicos e Cristãos oram ao mesmo Deus

58% dos evangelicos crêem que todas as religiões ensinam as mesmas verdades

74% dos jovens evangelicos trapaceiam em seus testes na escola

93% dos jovens crentes são desobedientes aos seus pais

63% dos jovens evangelicos agridem pessoas em momentos de ira

77%-81% dos jovens evangelicos se envolvem em roubos pela internet ou pirateiam produtos

88% dos filhos de casais evangelicos se desviam da igreja na adolescencia ou juventude

*Barna Group – Alan Guttmacher Institute – World Magazine – Internet survey of 6,000 pastors – Ethics of American Youth Survey – Southern Baptist Council on Family Life

Em uma declaração conjunta, os especialistas Josh McDowell e Ron Luce fizeram um anúncio aterrador: “Por incrível que pareça, ‘aceitar a Jesus’ e fazer parte de uma igreja faz pouca ou nenhuma diferença na vida, atitudes e comportamentos da pessoa. A maioria do povo que frequentam a igreja estão adotando ‘um cristianismo’, mas não o verdadeiro cristianismo.

salvacao-gratis

A.W. Tozer escreveu: “Milhões de pessoas que foram levados a algum tipo de experiência ao aceitarem Jesus não foram na verdade salvas”. D. James Kennedy do Coral Ridge Ministries, fez uma observação semelhante: “A grande maioria das pessoas que são membros de igrejas hoje não são cristãos. Digo isso sem o menor medo erro. Me baseio em evidências empíricas de vinte e quatro de ministério examinando milhares de pessoas.

Ao ler as declarações dos homens acima me desagrava das críticas que recebi nesse mesmo bog quando eu escrevi que a igreja dos nossos dias é campo missionário.

Como poderia uma situação trágica dessas ter acontecido? Como um grande número de pessoas foram levadas a acreditar que eles são cristãos, quando na verdade eles não são? Você já se esforçou para entender como aquele teu parente que fez uma “Decisão por Cristo” não tem nenhum desejo pelas coisas de Deus? Por que os membros da igreja mostram pouca ou nenhuma evidência por sua fé? Há uma explicação.

Ray Comfort

Ray Comfort

O evangelista Ray Comfort acusa o evangelismo moderno com a principal causa na produção de Joio na igreja.

Mas o que é o evangelismo moderno? É o evangelismo que centraliza o homem. Pessoas são “envolvidas” na igreja por causa dos “benéficios” oferecidos a eles e não porque são pecadores buscando a salvação em Jesus Cristo.

Qual foi a última vez que você viu, na sua igreja, um apelo para que alguém se arrependa de seus pecados e receba Jesus como Senhor? Qual foi a última vez que seu pastor mencionou os Dez mandamentos na sua igreja? Qual foi a última vez que Jesus foi apresentado como “Aquele que recebe o pecador arrependido de seus pecados?” Noventa por cento da igreja não sabe relacionar os Dez mandamentos. Como alguém poderá ser santo se não sabe qual o padrão de santidade a seguir?

A igrejas apresentam Jesus como “aquele que vai encher seu coração, que vai te trazer paz, vai consertar seu casamento, te livrar das drogas, te dar um carro novo etc… Aqui está a ineficácia do evangelismo moderno. Quando Jesus é diminuido e sua ação é limitada aos desesperados ou quando Jesus é transformado em “milagreiro adulador” para que os homens não saiam da igreja.

Egito

A exemplo da geração de Israel que viram todos os milagres de Deus desde a sua saída do Egito para terra prometida mas que morreram no caminho. Assim é essa geração de evangelicos. Que apesar de receberem milagres não conhecem o Deus Santo que opera os milagres. Milagres não convertem e nem salvam ninguém. O evangelho pregado na sua integra sim.

Chega de milagres e campanhas de prosperidades que enchem a igreja de joio. O que todo homem e mulher precisa é de um salvador que os livre da condenação pela qual o mundo já foi julgado. Quem é “abênçoado” e vive em paz, segurança, tem bom casamento, não está nas drogas, não possui vazio interior, teve pais presentes, tem grana e é feliz todavia quando confrontado pela lei moral de Deus, pelos dez mandamentos, lhes é revelado a sua condição de caído, inimigo de Deus e condenado. Nesse ponto todos os homens e mulheres são iguais. E todos precisam se arrepender e buscar a salvação que está somente em Jesus Cristo.

** O título do livro de Ray Comfort “Deus tem um Plano Maravilhoso Para Sua Vida” é uma ironia do autor ao evangelismo moderno.

Fonte: Púlpito Cristão

4 Comments

  1. Silvio Domingues-Reply
    4 de janeiro de 2015 at 14:20

    Estamos deixando de entender que só um verdadeiro convertido, ou seja, aquele nascido do Espirito Santo tem força suficiente para entender o que agrada a Deus ou não, ele é constantemente advertido pelo Espirito a se acertar, enquanto não há acerto não haverá paz e certeza da salvação.

  2. 26 de agosto de 2014 at 21:17

    Acredito que o evangelho tem de ser completo conforme Jesus fazia. Se somente pregar o evangelho e não haver milagres, libertação, cura, expulsão de demônios como Jesus fazia, o evangelho se torna incompleto, reduzido a liturgias religiosas, e a igreja corre o risco de se tornar apenas um lugar de convívio social.

  3. andreia-Reply
    8 de abril de 2014 at 12:48

    Eu concordo com td,vejo pessoas hj em dia que forao batizadas,falando palavrao,vivendo amasiado,assistindo e divulgando todo tipo de baixaria na internet e se dizem cristaos e vivem dentro da igreja buscando bençaos ao inves de santidade e comunhao!

  4. Eli-Reply
    9 de março de 2013 at 14:11

    QUEM É LIMPO, LIMPE-SE MAIS.QUEM É SUJO,SUJE-SE MAIS! hj muitos Pastores toleram o pecado porque eles não oram mais e nem vive uma vida consagrada em Jejum …então quem da mais $$$$$$$ melhor vamos tolerar o irmão e bom dizimista….Salvação é individual muitas Pastores querem conforte e o povo que se virem

Leave A Comment